terça-feira, 29 de julho de 2014

LEILÕES REALIZADOS DIVERSOS PLENÁRIOS...ESTE PREFEITURA MORRO REDONDO























LEILÕES REALIZADOS DIVERSOS PLENÁRIOS...

Colaboradores: você (proprietário), Josiane Vinicius ThiffaniAline Vianna e outras 37 pessoas
Atualizado: há ± uma semana
PELAS ANDANÇAS DA VIDA PROFISSIONAL, VAI FICANDO AQUI PARTE DO LEGADO DO OFÍCIO, DESTA PROFISSÃO MILENAR:

QUEM SOMOS E O QUE FAZEMOS!!!

CENTRAL DE LEILÕES DO RS.

Quem Somos: ATUAMOS NO MERCADO DE LEILÕES EXTRA JUDICIAIS, JUDICIAIS E LEILÕES INDUSTRIAIS DE BENS INSERVÍVEIS, CALDEIRAS, EQUIPAMENTOS PESADOS, TANQUES DE TITÂNIO, CONEXÕES, TUBOS, MOTORES INDUSTRIAIS E DEMAIS PRODUTOS DO RAMO INDUSTRIAL.
NOS MUNICÍPIOS ATUAMOS, COM ALIENAÇÃO DE BENS INSERVÍVEIS, MÓVEIS E IMÓVEIS, VEÍCULOS LEVES, TRATORES, ESTEIRAS, RETROESCAVADEIRAS, EQUIPAMENTOS AGRICULAS, COLHEITADEIRAS, CEIFADEIRAS, SEMOVENTES, ÔNIBUS, CAMINHÕES, CAMIONETES, MÓVEIS E UTENSÍLIOS EM GERAL, ESTRUTURAS METÁLICAS E OUTROS DERIVADOS...
Clientes: EMPRESAS INDUSTRIAIS, PEQUENAS EMPRESAS, PREFEITURAS MUNICIPAIS, COMITENTES QUE SEJAM PESSOAS JURÍDICAS, COMITENTES PESSOAS FÍSICAS (SOB CONSULTA E MODALIDADE), EM TODO O BRASIL.
Responsabilidade social:TEMOS RESPONSABILIDADE COM AS NORMAS DO MEIO AMBIENTE, ORIENTANDO E RESPEITANDO AS NORMAS DE VENDAS DE PRODUTOS QUE EXIJAM PROCEDIMENTOS, NAS CONFORMIDADES DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL, TAIS COMO MATERIAIS DE INFORMÁTICAS, PNEUS, MATERIAIS FERROSOS, COMBUSTÍVEIS E OUTROS NESTA LINHA, CIENTIFICANDO E EXIGINDO AS DEVIDAS HABILITAÇÕES DOS ARREMATANTES, TEMOS DEPARTAMENTO JURÍDICO, PARA CONTROLAR ESTAS QUESTÕES E OUTRAS PERTINENTES, DANDO UM MELHOR AMPARO A NOSSOS COMITENTES, PARA O CORRETO DESFAZIMENTO DE SEUS BENS INSERVÍVEIS, PROTEGENDO O MEIO AMBIENTE E RESPEITANDO A LEGISLAÇÃO VIGENTE.
Fundada em 2007, por Leiloeiros Oficiais e executivos do mercado, a CENTRAL DE LEILÕES DO RS é especializada na avaliação e venda de ativos físicos por meio de leilões oficiais presenciais e esta em fase de informatização para pregões, via internet simultaneamente. fazendo a imigração do leilão tradicional para a internet, conferindo uma maior participação de compradorese uma expansão a nivel Nacional, inovando no Estado do Rio Grande do Sul.
Estamos em fase de adaptação em leilões online no Brasil, ofertando no mercado uma grande quantidade de tratores e implementos agrícolas, mobiliário, de máquinas pesadas, equipamentos industriais, máquinas operatrizes, frota de caminhões e veículos, tratores, mobiliário, informática, material resciclável, móveis e imóveis, fazendas, estacionamentos, garagens, box e derivados.
O que fazemos:
Nosso negócio é promover leilões de ativos agregando participantes, facilitar a vida de quem tem máquinas, carros, caminhões, tratores, veículos de frota, máquinas pesadas, eletroeletrônicos e imóveis para vender, bem como a de quem quer comprar pelo leilão presencial, inovando e reestruturando, para migrar com leilão online (internet) além de disponibilizar um auditório para o pregão físico, visando facilitar a vida de quem tem o costume de leilões presenciais, com a batida do martelo,. bem como a de quem quer comprar. A maioria dos bens vendidos é usada, em uso, ou por substituição de frotas de veículos leves e pesados, ou seja são produtos de todos os tipos e modelos, para satisfação de acordo com a necessidade de cada pretenço comprador, a famosa limpeza de pátio industrial, é de extrema importância em nossa carteira de comitentes, além de facilitar as empresas, para se adquarem-se ao ISO, traz aos cofres, valores para serem aplicados em qualquer setor da empresa (receitas de vendas em leilão).
Os leilões de carros: É uma ótima oportunidade de negócio, bem como leilões de tratores e implementos agrícolas, de máquinas pesadas, caminhões, de imóveis.
Como frota de grandes empresas: Mostraram ao consumidor final que o leilão de carros é uma ótima oportunidade de negócio, bem como leilões de tratores e implementos agrícolas, de máquinas pesadas, caminhões e também o leilão de imóveis.
Quem são nossos clientes: Nosso pioneirismo nos leilões presenciais, nos leva a ampliar nosso sistema, de acordo com a evolução,desenvolvimento e costumes, visando a era da informatização Global, entendemos que expandir e agregar os leilões presenciais, com leilões online, não é questão de luxo nem comodidade, mas sim um ato de empreendedorismo e adequação as necessidades dos nossos COMITENTES E DE NOSSOS ARREMATANTES, qual seja uma conquista coletiva empresarial, adequada a globalização, em resumo, ciente que tempo é dinheiro, nos adequamos a isso, facilitando o comprador, para que, tudo que não conseguiu em seu horário comercial, poderá fazer,fora deste, a qualquer momento, essa é a idéia de nossa expansão, no século em que estamos, não podemos depender, de ofícios morosos, anti desenvolvimentos, a prosperidade está na criatividade, na facilitação, no acesso a coisa, ao produto, a informação liquida e certa, na qualidade, na quantidade e demais requisitos que formata uma relação entre as três partes, COMITENTES, CENTRAL DE LEILÕES DO RS, ARREMATANTES,este projeto visa buscar um numero infinito de clientes (arrematantes), como ampliar a carteira já existente de comitentes, tanto na esfera industrial, como nos bens de natureza (Patrimônio Público), Estados e Municípios, teremos nesta ampliação uma carteira de cadastros em todo o Brasil, estamos ampliando chamamento, além dos instrumentos que hoje usamos, seja Editais Publicos, Facebook, Blogg, Jornais de Grande circulação, também estamos buscando, informações, junto as Federações dos Estados e Municípios, maiores detentores das relações de empresas cadastradas em todo o Brasil, assim será a CENTRAL DE LEILÕES DO RS, nos próximos meses, estamos abertos a sugestões de nossos parceiros, criticas serão recebidas como cosntrutivas e que possamos agregar os valores de interesses em comum entre as partes com rumo ao sucesso!!!
Por que é vantajoso:Porque possibilita a participação de compradores de todo o País, num ambiente abrangente e seguro, sem a necessidade de que se desloquem ao auditório, já existe em outros Estados empresas do ramo, praticando esta modalidade, e não se vê reclamações alarmantes ou restrições contraditórias a atividade, em outras palavras, estamos trabalhando nas conformidades de um Decreto de 1932 (Decreto 21.981/32)e vivemos e expansão, com a devida necessidade de inovação, sob pena de desconectar do mercado, ficar para trás, á 109 anos atrás quando a lei foi promungada, já havia o costume e o ofício do leiloeiro a mais de 1.500 anos, os escravos eram produtos de vendas, nesta modalidade, ainda como o mundo vivia a base de troca, para sobrevivencia principalmente dos menos favorecidos E MUITAS
OUTRAS HISTÓRIAS DO OFÍCIO.

*** VEJA POR EXEMPLO:



. O legado de Henry Burnay (1909-1951)
As várias Comissões Liquidatárias das Heranças do Conde de Burnay,
da Condessa de Burnay e do Visconde do Marco.
Os leilões e as compras do Estado.
Após o falecimento do Conde de Burnay, a 29 de Março de 1909,
seguiram-se tempos conturbados com advento da República, e a fortuna
de Henry Burnay, considerada por alguns como uma das maiores fortunas
da Europa do tempo, sofreu, com o correr dos anos, grandes vicissitudes.
Apesar do testamento e da minuciosa relação de bens, dificuldades
familiares e a interdição por prodigalidade de um dos nove filhos, Jorge
Burnay, conduziram a um moroso processo de partilhas pelos numerosos
herdeiros.
Com o falecimento da Condessa de Burnay, em 1924, constituiu-se a 1.ª
Comissão Liquidatária da Herança, a 9 de Junho de 1931, presidida pelo
seu genro Carlos Alberto Soares Cardoso, visconde do Marco e foi dado
início a um processo que se iria arrastar por longos anos. Foi ainda
constituída uma 2.ª Comissão Liquidatária, a 28 de Novembro de 1935,
presidida pelo 2.º Visconde do Marco. A herança do Visconde do Marco,
falecido a 29 de Junho de 1936, foi, igualmente, objecto de alongadas
partilhas.
SLIDE 30 e 31 (palácio do Visconde)
A secção do Arquivo Burnay denominada Administração patrimonial,
ainda em tratamento, contém, nas suas 34 caixas, maioritariamente
documentação referente ao património imobiliário e móvel, inventários,
escrituras de compra e venda, registos, expropriações, projectos de
modificações, despesas de administração e de obras de manutenção,
balancetes, processos judiciais, actas de reuniões, requerimentos para
expropriação que correm em juízo, acções de interdição, relações de
rendimentos, partilha de bens entre herdeiros e representantes
habilitados, relação de bens, cartas de sentença formal de partilhas,
contribuições prediais, etc.
SLIDE 32 a 36 (plantas)
Os catálogos da Casa Leiria e Nascimento, Leiloeira, apresentam os
inventários dos bens referentes aos sucessivos leilões das propriedades e
do seu recheio, descritos pormenorizadamente, com os imóveis e os bens
móveis: rouparia, loiças, objectos de arte, livros, peles, joias, etc., a saber:
-1.º e 2.º leilão do recheio do palácio da Junqueira, 98 (1929 e 1936);
- 1.º. 2.º e 3.º leilão do palácio das Laranjeiras (1932-1933);
- 3.º e 4.º leilão do recheio do palácio da Junqueira, 98 (1937);
- 3.º leilão com a liquidação do remanescente da “Vila de Santo António” e
palácio das Laranjeiras (1936, em duas fases);
- 4.º leilão da “Vila de Santo António” e da Casa da Granja (1939);
- leilão do recheio do palácio do Visconde do Marco (1941);
- leilão da biblioteca do Visconde do Marco (1942);
- leilão do palácio do Visconde do Marco, rua da Junqueira 194, antiga
Casa Nobre de Lázaro Leitão (1951).
Uma colecção de cem quadros e alguns móveis foram comprados pelo
Estado e encontram-se no Museu de Nacional de Arte Antiga. Os palácios 9
estão hoje ocupados por Instituições oficiais, melhor ou pior conservados,
e podem ser visitados. Relembram, ainda, traços de uma outra sociedade.
II – A acessibilidade:
Investigadores: genealogistas, historiadores de história económica, de
arte, arquitectos, engenheiros e escritores
Ao longo dos anos e enquanto decorria o tratamento arquivístico, muitas
vezes interrompido por outras prioridades, os leitores foram atendidos
mediante uma autorização superior especial e os documentos facultados
para os seus trabalhos, quer de doutoramento, quer para conferências,
livros e exposições. Apontamos alguns exemplos:
Obras publicadas:
- J.M. Amado Mendes, História do Vidro e do Cristal em Portugal.
Lisboa: 2002
- Henry Burnay de banqueiro a coleccionador, catálogo da exposição.
Lisboa: IPM, CMAG. 2003
- Luísa V. Paiva Boléo, Casa Havaneza 140 anos à esquina do Chiado.
Lisboa: Dom Quixote. 2004
- Maria Eugénia Mata, Institutions and Business: Henry Burnay: A
case study. FEUNL. 2005
- Maria Helena Sintra Delgado. A arquitectura do ferro em Lisboa,
séc. XIX e XX – os elevadores e os mercados na cidade em
metamorfose. Lisboa: FAUTL. 2007.

- Vejam um pequeno relato da leiloaria, explanado acima, demostrando a importância deste ofício, na era da GLOBALIZAÇÃO, bem como a necessidade de adquação ao quadro global atual e suas conjunturas.

PORQUE CONFIAR NA COMPRA DE BENS E PRODUTOS DE NOSSOS COMITENTES:

A compra e venda é realizada com total transparência, não há interferência humana no encerramento do lote e todos os lances ficam registrados publicamente no site.
Abrangência: O seu lote será ofertado para todo o Brasil através de um site, devidamente registrado por nossa empresa, tanto o leilão presencial, como o leilão online, estarão unificados, simultâneamente, ou seja licitantes presentes, consegue acompanhar, licitantes online, todos os passos ficam registrados no sistema, sujeitos a confirmações, em eventuais dúvidas, não tendo nossa empresa poder manual sobre o sistema, qual seja, o banco de dados será todo com senha e cadastro, tanto dos clientes, como dos comitentes, para acompanhamento e homologação de lances ofertados em seus bens, que estejam a venda, de outra banda, também fica cadastrado com senha pessoal e intransferivel, nossos funcionários/operadores do sistema.
Lembrando ainda, o velho ditado " O boi engorda a vontade do dono", em caso de dúvida sobre o produto, a vistoria presencial é sempre bem vinda e aconselhamos todos os pretenços compradores a fazer, uma vez que os bens são vendidos no estado em que se encontram conforme nossas normas abaixo segue:

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 17, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013

Dispõe sobre: a matrícula e hipóteses de seu cancelamento de
administradores de armazéns gerais e trapicheiros; a habilitação,
nomeação e matrícula e seu cancelamento de Tradutor Público e
Intérprete Comercial; e o processo de concessão de matrícula,
seu cancelamento e a fiscalização da atividade de Leiloeiro
Público Oficial e dá outras providências.

Normas Gerais do Leilão

Os bens objeto do leilão serão arrematados pelo maior lance oferecido, com pagamento à vista, no ato da arrematação, ou cheque em garantia, a ser substituído por Ordem de pagamento , Ted em até 03 (três)dias úteis após o leilão, em local determinado pelo leiloeiro. O adquirente que pretender desistir ou que não integralizar o valor do arremate dentro do prazo estabelecido perderá a quantia dada como garantia em favor do Comitente e do leiloeiro, segundo dispõe o Art. 417 e seguintes do novo Código Civil Brasileiro.;
01. O Comitente reserva-se o direito de não liberar os bens que não alcançarem os preços mínimos de venda, sem que esse fato de direito ao comprador a qualquer tipo de pagamento ou indenização, mesmo que, eventualmente, o lote tenha sido colocado em lance livre, mas arrematado por preço vil;
02. Os bens serão leiloados no estado em que se encontram, não cabendo ao Comitente qualquer responsabilidade quanto a consertos ou reparos, assim como, não serão aceitas reclamações posteriores à arrematação, bem como, não serão aceitas devoluções ou desistências;
03. Para os lotes que tenham reserva por parte de comprador ausente, será facultado ao Leiloeiro Oficial, efetuar lances até o limite previamente estabelecido, mediante lance prévio transmitido por telefone, fax ou internet ;
04. As despesas e outros encargos, decorrentes da venda, carregamento e transporte, serão de inteira responsabilidade do comprador;
05. No ato de arrematação, deverão ser fornecidas pelo comprador, todas as informações solicitadas pelo Comitente ou Leiloeiro Oficial;
06. O I.C.M.S., se ocorrer não está incluso no preço de venda, correndo por conta do arrematante;
07. O Leiloeiro Oficial poderá separar reunir ou retirar qualquer lote;
08. Os bens objeto do Leilão poderão ser vistoriados nos dias que antecedem o leilão, no horário comercial, no local do leilão;
09. Os pagamentos deverão ser em moedas nacional ou por cheque administrativo, para pagamento na praça de Porto Alegre-RS. O pagamento em cheque comum, somente dará liberação aos bens arrematados após a sua respectiva compensação e, os emitidos fora da praça de compensação integrada, deverão ser obrigatoriamente substituídos por Ordem de Pagamento ou TED no prazo de até 03 dias úteis;
10. Caso o bem não seja retirado no prazo de 10 dias, após o pagamento integral da arrematação, ficará o arrematante sujeito ao pagamento de 1% (um por cento) ao dia, sobre o valor da compra, quando então a venda será considerada nula e o bem revertido ao patrimônio do Comitente, sem que caiba qualquer indenização ao arrematante;
11. A taxa de leilão será de 10%(dez por cento), calculada sobre o total da venda e correrá por conta do comprador devendo ser paga no ato da arrematação, juntamente com o sinal de garantia correspondente a 20% sobre o valor da mesma . As vendas realizadas em leilão são irrevogáveis, não podendo o arrematante recusar o bem adquirido ou pleitear a redução de preço (Art. 1106 do Cód. Civil) ou alegar desconhecimento das condições e características do veículo, ou de outros bens;
12. A entrega dos bens arrematados somente será efetuada após o pagamento do DOC e/ou confirmação da TED ou compensação do cheque, com uma taxa de R$ 100,00 (cem reais) na emissão da Nota Fiscal por cada lote e ISSQN.

ASSIM, SENDO: Senhores Prefeitos, Secretários Administração, Empresários, pequenos, médios e grandes, fica aqui, nosso legado, da CENTRAL DE LEILÕES E LEILOEIROS ASSOCIADOS, bem como nosso Módus Operandi, expansões, normas básicas, para vosso análise, outras informações, em nossos contatos;

CENTRAL DE LEILÕES DO RS:
ARGEMIRO LUIZ FINATTO LEILOEIRO OFICIAL:
www.finattoleiloes.com.br
Email - lfinatto.finatto@gmail.com
centraldeleiloesdors@gmail.com
margaretecentraldeleiloesdors@gmail.com
http://www.centraldeleiloesdors.com/389460663
Utilize nossos serviços, faça parte do empreendedorismo da nova globalização.

NOSSO LEMA: TRABALHO, QUALIDADE E PROSPERIDADE:
SIMPLES ASSIM!!!
Faça seu cadastro, envie-nos email para receber nossos informativos e fique por dentro dos leilões que acontecem nas nossas páginas, facebook e Blogg.
Utilize nossos serviços, faça parte do empreendedorismo da nova globalização.
http://www.centraldeleiloesdors.com/389460663
Postar um comentário